top of page

Josh da uma entrevista exclusiva para o Volkskrant, confira a tradução.


Josh deu uma entrevista para o jornal neerlandês Volkskrant, onde falou sobre todo o tempo desde o lançamento de Scaled And Icy, além de contar alguns fatos importantes sobre a produção artistística e sonora do álbum e dar dicas do próximo álbum.


Trazemos a entrevista completamente traduzida para que o Clique possa ficar por dentro de tudo o que foi falado.

 

Quando uma banda de rock popular lança o título de um novo álbum, há sempre uma emoção entre os fãs. Mas quando o Twenty One Pilots de Columbus, Ohio, anunciou nas redes sociais em abril que seu sexto álbum se chamaria Scaled and Icy, algo notável aconteceu.


"Todo mundo começou a se intrigar com as letras. Os fãs não se contentam com qualquer título. "Scaled And Icy", isso não significava nada. Tinha que ser um anagrama", diz o baterista Josh Dun, que se divertiu através de uma conversa no Zoom. "E assim começou a grande suposição."


"Sand delicacy",o próprio Dun achou que era bonito. Mas o consenso geral foi logo que Scaled and Icy era um anagrama para Clancy is Dead- algo que Dun, de 33 anos, não quer confirmar nem negar. Clancy é um nome importante para os seguidores de Twenty One Pilots. A banda introduziu o personagem há cerca de cinco anos através do site DMAORG. As mensagens apareceram repentinamente de 'Clancy', o protagonista posterior da história do álbum Trench (2018).



O impacto do lockdown.


Agora o site está fora do ar, então talvez Clancy esteja morto? "Vou deixar isso para você", diz Dun, sorrindo misteriosamente. "Mas quando você ouve nosso novo álbum, tudo soa muito mais leve, otimista e até mais feliz do que em nossos discos anteriores. Então algo mudou. Scaled And Icy é um reflexo de como experimentamos o confinamento e não foi apenas um momento desagradável para nós. Por exemplo, o aumento da pandemia coincidiu com o nascimento da filha de Tyler em fevereiro do ano passado.


Tyler Joseph, de 32 anos, é o fundador da banda e, além de Dun, tem sido o único membro regular da banda do Twenty One Pilots por anos. "Ele é o arquiteto do nosso som", diz Dun, "embora depois de 10 anos eu ainda não sei o que é esse som."


Twenty One Pilots faz rock sem guitarras duras. Joseph toca baixo, canta e faz raps. A base sólida do som sempre um pouco inflado vem da bateeria de Dun. Sua mistura original de pop, rock e um toque de hip-hop já rendeu à banda vários discos de ouro e platina, Grammys e hits em casa, incluindo no quarto álbum Blurryface (2015), onde a banda também ganhou uma grande base de fãs na Holanda. Em 2019, Twenty One Pilots estava no Ziggo Dome lotado e em Lowlands.



Narrador


Além de ser um cérebro musical, Joseph também é um letrista ou, como Dun o chama, o contador de histórias da banda. Ele inventa novos personagens para cada álbum, como Blurryface ou cidades como Dema que, diz Dun, são um veículo para as fantasias igualmente ricas e distópicas de Joseph. A visão de mundo do Tyler é sombria, mas nunca fatalista. Eu me reconheço nisso, assim como nossos fãs. Logo descobrimos que eles se divertem muito descobrindo as letras enigmáticas de Tyler e procurando significados mais profundos em cada filmagem de nossos videoclipes. Começamos a brincar com isso cada vez mais.


Da mesma forma no novo e sexto álbum que os cavalheiros foram forçados a gravar remotamente um do outro. "Nós dois temos um estúdio em casa. Mas eu morava em L.A. e Tyler morava em Ohio, onde ele logicamente não queria vir como um pai novo. Mas estamos em 2021 e não em 1921. Você pode enviar por e-mail tudo o que quiser um para o outro e falar sobre isso via FaceTime. Isso é exatamente o que fizemos."


Dun imediatamente notou algo sobre a música que Tyler enviou: era muito menos sombrio do que nos álbuns anteriores. "Um alegre som dos anos setenta" em que Dun ouviu piano pop de Elton John e exuberantes canções barrocas da Electric Light Orchestra. "É bem diferente do que antes. É muito mais verão na atmosfera.



O dragão de brinquedo azul


As letras de canções como 'Good Day' e 'Saturday', de fato produzidas por acordes alegres, também parecem mais positivas. A paternidade mudou a visão da vida de Tyler Joseph, o que o tornou menos cínico? E, por exemplo, os nove bispos malvados que detêm a fictícia Dema em Trench tinham que limpar o campo?


Dun, novamente um pouco misterioso: "A nova história começou com um dragão de brinquedo azul." Você pode vê-lo no clipe de Choker, mas também na capa de Scaled and Icy, só que parece muito menos adorável e inocente lá. "Eu não quero dizer mais sobre isso, pois mesmo que o som em nosso novo disco possa ser mais positivo, isso não significa que Tyler está livre de seus demônios. A nova vida o enriqueceu, mas seus medos não foram embora.


E os fãs estão muito certos, diz Dun. "Eu não gosto de nada mais do que vasculhar todos os fóruns para suas descobertas. Isso realmente me manteve no último ano. Para a maioria das bandas, tudo ficou parado por um ano. Ainda tínhamos nossos fãs cavando por enigmas."


O Skeleton Clique (como os fãs se autodenominam online) merece uma recompensa no que diz respeito a Dun. Já há material suficiente para um novo disco. Com mais quebra-cabeças e enigmas que nos escondemos. Como o dragão azul vai se sair, eu deixo no ar.

 

Tradução: Banditos At Dema Team

56 visualizações0 comentário

Commentaires


TWITTER

SPOTIFY

DISCORD

INSTAGRAM

bottom of page